25/09/2018

Impostômetro: País bate marca de R$ 1,7 tri em pagamento de impostos nesta segunda


O país deve atingir, nesta segunda-feira, a marca de R$ 1,7 trilhão em pagamento de impostos, segundo o Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Este ano, o montante foi atingido 24 dias antes que em 2017, quando foi registrado em 18 de outubro. O valor equivale a todo o dinheiro pago pelos brasileiros aos cofres da União, dos estados e dos municípios em tributos (impostos, taxas, contribuições, multas, juros e correção monetária) desde o início do ano.

De acordo com Marcel Solimeo, economista da ACSP, a arrecadação está subindo mais rapidamente em função dos royalties do petróleo e do aumento de preço dos combustíveis e da energia elétrica, que têm cargas mais elevadas.

“O Brasil já tem uma das maiores incidências tributárias do planeta, por isso o próximo presidente não pode escolher o caminho do aumento ou da criação de impostos”, acrescenta Solimeo.

O economista ressalta que, mesmo com tanto dinheiro arrecadado, ainda faltam mais de R$ 100 bilhões para fechar o orçamento de 2018. Para Solimeo, “o teto dos gastos precisa ser mantido de forma que as contas públicas sigam sob controle e não desestabilizem a economia”.

O Impostômetro, implantado em 2005 pela associação, utiliza dados compilados pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), e visa a aumentar a transparência e o conhecimento dos brasileiros sobre o total de recursos voltado para o pagameno de tributos no país. Os valores são nominais (sem descontar a inflação).

Fonte: Extra


Compartilhe: