24/09/2019

O que é tempo de transição para a aposentadoria?


As regras de transição foram incluídas na reforma da Previdência para evitar que o trabalhador caia diretamente na idade mínima. Com elas, será possível se aposentar antes, mas com alguns anos de contribuição a mais.

Veja as cinco regras de transição propostas na reforma para trabalhadores do INSS:

1) Pontos: soma da idade com o tempo de contribuição:
86 (mulheres) e 96 (homens) + tempo mínimo de contribuição exigido atualmente: 30 anos (mulheres) e 35 (homens).

Em 2020, passa a ser 87/97 e aumenta um ponto por ano.

2) Pedágio de 50%: só entra quem, após a aprovação final da reforma, tiver tempo de contribuição a partir de: 28 anos (mulheres) e 33 anos (homens). É necessário contribuir por mais 50% do tempo que estiver faltando para se aposentar pelas regras atuais.

3) Pedágio de 100%: a aposentadoria será concedida para quem tiver: 57 anos (mulheres) e 60 anos (homens). É necessário contribuir com o dobro do período que estiver faltando para o tempo mínimo de contribuição.

4) Idade mínima: só entra quem tiver: 56 anos (mulheres) e 61 (homens) + tempo mínimo de contribuição atual: 30 anos (mulheres) e 35 (homens). A idade sobe seis meses por ano.

5) Aposentadoria por idade: consegue quem completar 15 anos de contribuição. Além disso, é preciso ter 60 anos (mulheres) e 65 (homens). A idade das mulheres subirá seis meses por ano até chegar a 62.

Fonte: Agora


Compartilhe: